sábado, 16 de abril de 2016

CEARA do AMOR

O silencio.
 A maviosa brisa
  O contemplar!

   O comtemplar as estrelas.
 Cruzeiros do sul.
Na imensidão.
Maravilhosa
 O poema luz.
 E como não houvesse.
 O amanhã.
É sentimento puro sabia?
O eterno.
Onde o tempo não existe.
 O navegar .
No próprio Sonho.
O peregrino
O embriagado de luz.
 No encontro .
O encontro.
O evangelho do AMOR.
É JESUS.

Na confraternização.
 Vida e vidas.
 Na ceara do AMOR.
É DEUS.
A poesia do infinito.
    as Pássaro ferido