domingo, 19 de maio de 2013

Eterno eu

A natureza não da salto.
E cujo objetivo divino
É a metamorfose do ser.                                                                                             
                                                                                            
O eu é eterno, sabia?
E quando interagimos com os semelhantes.
 A ótica tem que estar voltada para o eterno eu.
Que almeja, o ser feliz.
 Onde todos temos direito
 O  de sonhar com um mundo melhor.
E Jesus Cristo disse´ esforçai vos.
Por entrar pela porta estreita.
E quando ignoramos essa lição da auto educação.
 O entra em cena o orgulho
 E o egoísmo a voragem da ilusão.
Que é por continuarmos dormindo de olhos abertos.
Portanto ignorem as podridões do mundo.
E que cada um faz.
É problema dele.
E veja somente o belo
E juntem os tesouros no céu.
Porque o amanhã virá.
E o cambio é real.
É dando que recebemos.
E quem não planta não colhe.
E o tempo não espera sabia?
E temos que beber, as palavras de amor .
 É´o evangelho de JESUS.
O cristo sem olhar a quem
No aplicar da lição.
O samaritano.
E onde a matéria .
É um incentivo para viver.
O divino .
É o sonhar.
Contemple os panoramas.
O cheiro do mato verde,
 O voo dos pássaros
E o vento aromático.
 Que leva.
E que levou.
No tempo.
É saudade
E as folhas secas, espalhadas pelo chão.
Ó terra abençoada.
as Pássaro ferido